Sobre acessibilidade

Áreas

Abas primárias

23/06/2016 - 10:30
Novo projeto da Ceasa incentiva à produção rural

 O primeiro sábado do mês agora é dia de grandes oportunidades na Centrais de Abastecimento do Estado do Pará (Ceasa). Isso porque foi oficializado na manhã desta quinta-feira, 23, através de um Termo de Compromisso, o projeto da Ceasa chamado “Sábado Rural - Produtos do Campo pra Cidade”. A iniciativa vai beneficiar produtores rurais no interior do Estado que agora poderão comercializar seus produtos no pátio da Ceasa.
Representantes da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater), Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (Faepa), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), estiveram no auditório da Ceasa, bairro do Curió, formalizando a parceria.

 Cerca de 20 produtores rurais acompanharam a assinatura do termo de responsabilidade de cada órgão parceiro. Representantes da categoria também falaram da expectativa para o início do projeto, no próximo dia 2 de julho. “Achei a iniciativa maravilhosa porque vai agregar na renda da minha família, porque abre portas para a gente ter um contato direto com o consumidor, além de disponibilizar um local adequado para a nossa comercialização”, destacou a produtora rural Ângela Maria, do município de Ananindeua.

No primeiro sábado de cada mês, a partir das 7h da manhã, na Ceasa, localizada no bairro do Curió, a população irá encontrar cerca de 20 produtores rurais vindo de Benevides, Ananindeua, Marituba, Bragança, Tracauteua e Santa Bárbara do Pará. No local, eles irão comercializar aproximadamente 50 itens, entre produtos orgânicos, cheiro verde, doces, licores, mudas de plantas, couve, alface, bolos, bombons artesanais, frutas, maniçoba, frango caipira, tucupi, peixe (Tilápia), além de uma grande variedade de peças artesanais.

“Hoje foi um dia proveitoso para falar do programa. E apresentar as expectativas dentro do que o Governo do Estado pretende ao incentivar a agricultura familiar, assim o produtor sai satisfeito com a renda mais elevada e claro, a sociedade pode se alimentar da maneira mais adequada possível conhecendo a procedência dos produtos oferecidos”, aponta a presidente da Ceasa, Bianca Piedade.

 Paulo Pedroso, diretor da Emater, disse que a iniciativa do projeto garante um espaço adequado para o homem do campo, que geralmente, tem dificuldade no escoamento da sua produção. “O ‘Sábado Rural’ é importante para o produtor porque ele vai ter um espaço adequado para a comercialização dos seus produtos com apoio da Ceasa, Emater, Sedap, Faepa/Senar. Isso irá contribuir para a diversificação da produção e servir de alternativa para a comercialização das suas produções”, comenta Pedroso.

Além dos produtores rurais e representantes dos órgãos envolvidos no projeto, os secretários de agricultura dos municípios de Vigia e São Domingos do Capim estiveram no evento. “Isso é um momento histórico para a agricultura familiar. O nosso maior gargalo está na comercialização, produzimos e o agricultor não tem um local adequado para comercializar”, aponta João Carlos, produtor rural e secretário de agricultura de São Domingos do Capim.

Para o diretor da Sedap, Sálvio Silva, a iniciativa da união entre órgãos em expandir o programa para outros municípios do Estado é promissora para o desenvolvimento da agricultura familiar. “A agricultura familiar é responsável por cerca de 60 a 70% da produção de hortifruti no Estado. Iniciativas como essa são muito positivas porque respondem os anseios da população. O objetivo agora é expandir o projeto ao interior do Estado’’, frisa o diretor.
O projeto - A iniciativa do projeto partiu da necessidade de incentivar a produção rural do estado. Cerca de 18 mil toneladas de produtos regionais foram comercializados no ano passado. Capitão Poço, Santo Antônio do Tauá, Santa Izabel do Pará, Igarapé- Açú e Salvaterra são os maiores produtores de hortigranjeiros na Ceasa.

O programa “Sábado Rural” já está agendado até o mês de dezembro, sempre no primeiro sábado de cada mês, a partir das 7 horas da manhã, no hall do prédio administrativo da Ceasa, localizado na estrada no Murutucum, bairro do Curió, em Belém. Programe-se: julho (2), agosto (6), setembro (3), outubro (1), novembro (5) e dezembro (3).